domingo, 19 de maio de 2013

Desejos Maus... Minna

Eu não preciso disso. Não agora...
Minha mente borbulha, ferve. Estou no meio de um turbilhão emocional e sequer tenho noção do que diabos estou fazendo! Tudo que sei, é que isso não vai acabar bem. Alguém vai chorar no final, mas não creio que serei eu.
Não tenho ideia de como tudo ficou assim, como aconteceu ou por que aconteceu. Talves tenha mesmo sido um surto de loucura meu. Uma manifestação da minha bipolaridade. Realmente é possível. Mas não sei definir como isso faz eu me sentir. Eufórica, irritada, deprimida, orgulhosa, cheia de vaidade!
Tudo e nada passam pela minha cabeça. Sorrio e choro com uma facilidade irritantemente incrível. Não me contenho. Enlouqueço. Porém, sinto-me orgulhosa de minha vaidade, de ter "opções". Tão tolos, lindos, com algo de desejável, quente. Querem-me eles, e eu não quero a nenhum. Todos agradam-me de forma particular, e desagradam-me com um simples piscar de olhos. Deveria ser apenas uma brincadeira, mas não o é. Minha luxúria consome minha razão, e sinto uma enorme vontade de perverter, destruir aquilo que inocentemente me oferecem. É algo grande, sombrio, sádico. Há um que não quero magoar, há outro que quero fazer sucumbir, de resto, me são indiferentes.
Penso pela metade, vivo pela metade, desejo inteiramente, e no fim, não sei o que quero, o que posso ou o que vou fazer.

2 comentários:

  1. Respostas
    1. Não sei se fico feliz por alguém entender como é, ou se fico desolada por nós duas graças a esses sentimentos confusos, profundos, maus.

      Excluir